Pular para o conteúdo principal

GENEALOGIA A CONTA-GOTAS - OS MONTEIRO DOS SANTOS

Por Eduardo Rocha
José Aluísio Botelho
Colaboração de Mauro Cézar da Silva Neiva

Família pioneira iniciada com o casamento do português Custódio Monteiro, natural da freguesia de São Tiago de Camarate, Concelho de Loures, distrito e patriarcado de Lisboa, que chegou às minas do Paracatu nos seus primórdios, com Rosa dos Santos, natural do Serro do Frio, dando origem ao sobrenome acidental, que se juntou na descendência. Foram moradores no ou engenho Santa Bárbara, ribeira do Escuro. Somente três filhos desse casal foram descobertos, devido à precariedade e a falta de documentos de fontes primárias (testamentos/inventários, livros paroquiais etc.):

1 João Monteiro dos Santos, adiante;
2 Antônio Monteiro dos Santos, nascido e batizado em 1766, sem mais notícias;
Batismo de Antônio, filho de Custódio
3 Doroteia Monteiro dos Santos, sem mais notícias;
4 Maria Monteiro dos Santos, casada em 1780 com José Rodrigues da Silva, sem mais notícias;

1 João Monteiro dos Santos, casado com Catarina Ferreira Braga; filhos descobertos:

1.1 Antônio Monteiro dos Santos, batizado em 17/07/1776; casado em 1805 com Quitéria Ferreira de Melo.
Batismo de Antônio, filho de João
Filha descoberta:

1.1.1 Rosa Monteiro dos Santos, nascida em 12/04/1815 e falecida em 01/12/1897; foi casada com um Oliveira. Moradores no sítio Santo Antônio, arraial da Lagoa. 
Inventário: 2ªVara cx. 1899.

Filhos:

1.1.1.1 - Paulo José de Oliveira, casado com Ana Teixeira;
1.1.1.2 - Rafael José de Oliveira, casado;
1.1.1.3 - Rita José de Oliveira, viúva;
1.1.1.4 - Doroteia José de Oliveira, casada com Agostinha Gomes da Cruz;
1.1.1.5 - Domingos José de Oliveira; casou duas vezes:
1ªvez com Benedita Correia; filhos:
1.1.1.5.1 - Joana José de Oliveira, casada com José Jacinto de Castro;
1.1.1.5.2 - Isidora José de Oliveira;
2ªvez com Catarina Pinto; filhos:
1.1.1.5.3 - Maria José de Oliveira;
1.1.1.5.4 - Leandra José de Oliveira;


1.2 Francisco Monteiro dos Santos, nascido 03/02/1793; casado com Tereza Dias de Oliveira;

Batismo: "Aos trinta dias dos mes de agosto de mil setecentos e noventa e tres,
nesta Matriz de Santo Antonio da Manga Bispado de Pernambuco, baptizei e pus os santos oleos a Francisco, filho legitimo de João Monteiro e sua mulher Catharina Ferreira Braga, nasceo aos tres de fevereiro do mesmo ano, forão padrinhos Placido da Motta Bastos e sua mulher Tomazia Maria dos Espirito Santo, e para constar mandei fazer este assento que assignei."


Filha descoberta:

1.2.1 Maria Monteiro dos Santos, casada em 25/06/1836 com Manoel Pereira da Silva, filho natural de Eufrásia Maria Pereira;

Casamento: "Aos vinte cinco de junho de mil oitocentos e trinta e seis na fazenda
Escuro da ribeira do
Januario, desta frequesia de Santo Antonio da
Manga de Paracatu, andando em desobriga, de licença parochial, o
Reverendo Bernardo de Araujo Ferreira, recebeo em matrimonio, por
palavras de presente, a Manoel Pereira da Silva, filho
natural de
Eufrazia Maria Pereira com Maria Monteiro dos Santos, filha legitima
de Francisco Monteiro dos Santos
e Thereza Dias, ambos naturais desta
frequezia e
lhes deo as bençãos nupciais na forma do ritual romano,
corrido os banhos, e sem empedimento, observando o determinado pelo concilio tridentino, e forão testemunhas presenciais,
Domingos Cardoso do Rego, João Antonio da Silva, e outros, de que para constar mandei fazer este assento que assigno, Joaquim de Melo Franco."

Filhos:

1.2.1.1 Rosalina da Silva Pereira, casada em 01/10/1857 com Hermenegildo Teixeira, filho natural de Rita Maria do Rosário.

1.2.1.2 Antônio Monteiro dos Santos, casado com Francisca Fernandes Nascimento, filha de José Fernandes do Nascimento e de Marinha Gonçalves de Noronha.

Filho:

1.2.1.2.1 José Pedro Monteiro dos Santos, falecido em 10/1911; casado com Luíza Esperidião Simões da Cunha. Moradores na fazenda Campo Limpo.

Inventário: 1ª Vara cx. I.23.

Filhos:

A – Deocleciano Monteiro da Cunha, 30 anos, batizado em 14/04/1882 e nascido em 11/06/1881;

B – Celina Monteiro Lisboa, nascida em 07/10/1882 e batizada em 19/06/1883; casada com Antíssimo José Lisboa.

C – Paulina Monteiro da Cunha, 24 anos;

D – Roberto Monteiro da Cunha, 23 anos;


E– Teodora Monteiro da Cunha, 20 anos;

F – Maria Paula Monteiro da Cunha, 19 anos;

G – Margarido Monteiro da Cunha, 17 anos;

H – Rosita Monteiro da Cunha, 16 anos;

I – Cincinato Monteiro da Cunha, 13 anos;


1.2.1.3 Porfírio da Silva Pereira, falecido em 1905; casado que foi com Maria Pires de Almeida Lara. sem descendência;

1.2.1.4 Galdino da Silva Pereira, casado com Franklina de Almeida Lara, falecida em 09/06/1936. Descendência nos Santana de Paracatu - Aqui;

1.2.1.5 Pedro da Silva Pereira;

1.3 Pedro Monteiro Santos, nascido em 1792 (declara ter 55 anos em 1847). Filho:

1.3.1 Pedro Monteiro dos Santos Júnior, nascido em 1819;


"MONTEIRO DOS SANTOS" DESENTRONCADOS

Definição: são diversos ramos do sobrenome, talvez ligados ao tronco inicial, porém sem documentos que comprovem a ligação parental, ou ainda não devidamente ligado ao tronco principal.

TRONCO 1

1 Joaquim Duarte dos Santos Monteiro, casado com Ana Maria da Conceição.

Filhos:

1.1 Manoel Monteiro dos Santos, nascido em 12/10/1815;

1.2 Benedito do Nascimento Monteiro
dos Santos;

Casamento: "Aos trinta de setembro de mil e oitocentos e trinta e quatro na
capella do Amparo, filial desta Matriz, freguezia de Santo Antonio da
Manga de Paracatu, corrido os banhos, e sem
impedimento, recebi em
matrimonio por palavras de presente a Benedicto do Nascimento
Monteiro, filho Legitimo de Joaquim Duarte
Monteiro e sua mulher Anna Maria, com Joanna Pires de Oliveira, filha legitima de Maximiano Pires
de Oliveira e Maria Duarte, e lhes dei as bençãos
nupciais na forma
dos ritual romano, observando o rito da igreja e desposiçõens
canonicas, a que assistirão
José de Afonseca e Silva e Beraldo José
Alves, e outros, de que para constar mandei fazer este assento que
assigno. Joaquim de Mello Franco."

1.3 Pedro Monteiro dos Santos,
falecido por volta de 1894; casado com Rita Fernandes do Nascimento. Moradores na fazenda Onça.
Inventário: 2ª Vara cx. 1894.

Casamento: "Aos dois de fevereiro de um mil oitocentos e quarenta e dois, casou
Pedro Monteiro dos Santos, 20 anos, filho de Joaquim Monteiro dos
Santos, Falecido e Ana Maria com Ritta Fernandes do Nascimento, filha
legitima de Domingos Fernandes Nascimento e Maria Rodrigues Lima."

Filhos:

Divisão da
fazenda Mingau – cx. 07

1.3.1 Matilde Monteiro dos Santos,
falecida por volta de 1913; casada com Ignácio Antônio Vieira. Moradores na fazenda Mingau.
Sala 1/Estante 7/Prateleira 5/cx. I.23.

Filhos:

1.3.1.1 Maria Antônia Vieira, casada em 21/05/1890 com Teófilo Joaquim Boitrago, filho de Honório Joaquim Boitrago e de Rufina Rodrigues Barros;

1.3.1.2 Feliciano Antônio Vieira, 23 anos;

1.3.2 Josefa Monteiro dos Santos, casada com João Joaquim Boitrago.

Filhos descobertos:

1.3.2.1.Maria Joaquina Boitrago, casada em 29/06/1898 com Teodoro Tavares do Nascimento, filho de Vicente Tavares da Silva e de Jerônima Pereira de Araújo;

1.3.2.2 Clemencia Joaquim Boitrago, casada em 29/06/1898 com Libânio Tavares da Silva, filho de Vicente Tavares da Silva e Jerônima Pereira de Araújo;

1.3.3 Francisca Monteiro dos Santos, casada com Fortunato Joaquim Boitrago, falecido em 28/08/1913; partes nas fazendas do Engenho do Mamédio, Onça e Traíras.

Inventário: 2ª Vara cx. 1914.

Filhos:

1.3.3.1 Iria Joaquim Boitrago, 30 anos; casada com Augusto da Cruz Gomes;

1.3.3.2 Josefa Joaquim Boitrago, 28 anos; casada com Jeronimo da Cruz Gomes;

1.3.3.3 Auta Joaquim Boitrago, 18 anos, idiota;

1.3.3.4 Ana Joaquim Boitrago, 16 anos, idiota;

1.3.3.5 Sebastião Joaquim Boitrago, 14 anos idiota;

1.3.3.6 Sancho Joaquim Boitrago, 13 anos;

1.3.3.7 Raimundo Joaquim Boitrago, 11 anos;

1.3.3.8 Antônio Joaquim Boitrago, 8 anos;

1.3.3.9 Teodora Joaquim Boitrago, falecida;
Filhos:

1.3.3.9.1 José, 2 anos;

1.3.3.9.2 João, 3 meses.

Nota: Boitrago, variante de Buitrago. Antiga família espanhola do lugar de Buitrago, de que os descendentes tomaram o apelido.

1.3.4 Victória Monteiro dos Santos, casada com Francisco Monteiro dos Santos;

1.3.5 Raimundo Monteiro dos Santos; casado em 11/09/1894 com Marcelina Egídio Furtado, viúva, filha de Bernardo Egídio Furtado e Emília Fernandes do Nascimento;

1.4 Ana Monteiro dos Santos, casada com João de Sousa Oliveira;

Casamento: "Aos onze de agosto de mil oitocentos e trinta e nove na fazenda da
Chapada,
distrito de São Marcos, desta freguesia e Matriz de Santo
Antonio da Manga da Villa de Paracatu, corrido os banhos, sem
empedimento e preparados com os sacramentos da penitencia e
eucharistia, em presença do padre Jose de Brito Freire,
capellão do
referido distrito se receberão em matrimonio por palavras de presente
João de Sousa Oliveira,
pardo, de idade de vinte e um annos, que vive
de lavoura, filho legitimo de João Ricardo de Sousa e Anna da Silva
Pereira, com Anna Monteiro dos Santos,
parda, de idade de dezesseis
annos, filha legitima de Joaquim Monteiro dos Santos e Anna Maria da
Conceição.
Todos desta freguesia, e lhes deo as bençãos nupciais na
forma do ritual romano, observandos em tudo o rito e disposições
canonicas, cujo assento ass
ignado pelo dito padre, e pelas testemunhas, Lourenço de Sousa e Maximiano de Oliveira. Joaquim de Mello Franco."

1.5 Zeferina Monteiro dos Santos, nascida em 26/08/1813; casada com Adão Pires de Oliveira, filho de Maximiano Pires de Oliveira e de Maria Duarte; fazenda Escuro; filho descoberto:

1.5.1Maximiano Pires de Oliveira, casado com Raquel Thomaz de Aquino, filha de Francisco Thomaz de Aquino e de Maria Gonçalves Cabeceira.
1.5.2 Joaquim Pires de Oliveira, de 20 anos, casa-se em 06/02/1855 com Escolástica Monteiro dos Santos, filha de Manoel Monteiro dos Santos e de Maria da Fonseca e Melo;
1.5.3 Januário Pires de Oliveira, nascido em 10/08/1813.

TRONCO 2

1 Lino Monteiro dos Santos, casado com Ana da Mota Bastos; filhos descobertos:

1.1 Joaquim Monteiro dos Santos;

1.2 Felisberto Monteiro dos Santos, nascido em 24/08/1816;
1.3 Francisco Monteiro dos Santos, nascido cerca de 1821; casado em 20/04/1846 com Marcelina Gomes Caldas;
TRONCO 3
2 Manoel Monteiro dos Santos, casado com N; filhos descobertos:

2.1 Júlia Monteiro dos Santos, casada com Miguel Freire de Andrade;

2.2 Joana Monteiro dos Santos, casada com Eugênio da Mota Freire de Andrade, falecido em 25/04/1858. Moradores na fazenda Carrapato.
Inventário: 2ªVara cx. 1859-A.

Filhos descobertos:

2.2.1Miguel Freire de Andrade, casado com Ana Dias de Oliveira; 

Filhos:

2.2.1.1João Freire de Andrade, 30 anos, casado;
2.2.1.2 Pedro Pires de Andrade, 26 anos, solteiro;
2.2.1.3 Maria Freire de Andrade, 16 anos, solteira;
2.2.1.4 José Freire de Andrade, 14 anos, solteiro;

2.2.2 Júlia Freire de Andrade, viúva de dois maridos;
2.2.3 Brígida Freire de Andrade, falecida, casada que foi com Joaquim Dias de Oliveira; filhos:
2.2.3.1 Francisco Dias de Oliveira, 26 anos, casado, residente na fazenda Capão dos Órfãos;
2.2.3.2 José Dias de Oliveira, 24 anos, morador na fazenda Capão dos Órfãos;
2.2.3.3 Maria Dias de Oliveira, 22 anos, casada com André Monteiro dos Santos; moradores na fazenda Capão dos Órfãos;
2.2.3.4 Marcelina Dias de Oliveira, 20 anos, solteira;
2.2.3.5 Rosa Dias de Oliveira, 18 anos, solteira;
2.2.3.6 Ângela Dias de Oliveira, 16 anos, solteira;

2.2.3 Paulina Pires de Andrade, 50 anos, casada com Elias Cardoso; residentes no Paranaíba, termo de Catalão, Goiás;

2.2.4 Bárbara, nascida em 29/03/1817; tinha 48 anos(sic) no inventário do pai; viúva.

TRONCO 4

1 João Monteiro dos Santos, falecido cerca de 1830; casado com Maria de Oliveira Costa; moradores na fazenda Escuro.
Inventário: 1ª Vara cx. I-02.

Filhos:

1.1 João Monteiro dos Santos;

1.2 Ana Monteiro dos Santos, casado com José Pires Bragança.

TRONCO 5

1 Pedro Monteiro dos Santos, falecido por volta de 1840; casado com Antônia Dias de Oliveira, falecida por volta de 1856. Moradores na fazenda São Caetano.
Inventário: 2ª Vara cx. 1872.B.

Filhos:

1.1 Luiz Monteiro dos Santos, nascido em 1818; já falecido no inventário acima; casado com Joana Rodrigues Fraga.

Casamento:
"
Aos dezenove de janeiro de mil oitocentos e quarenta no Burity
Grande,
distrito do Escuro de Sima, desta freguesia de Santo Antonio
da Manga da Villa dos Paracatu, corrido os banhos, sem impedimento, e
preparados com os sacramentos da penintencia, em presença do padre
Jose de Moira Barbosa, por comissão parochial, se receberão em
matrimonio por palavras de presente a Luiz Monteiro dos Santos,
pardo,
de idade de vinte anos, que vive de lavoura, filho legitimo de Pedro
Monteiro dos Santos e Antonia Pires, com Joana Rodrigues Fraga,
parda
de idade de dezenove annos, filha legitima de Vicente Rodrigues
Fraga,
já defunto e Feliciana da Silva Marques todos desta freguesia,
e lhes deo as bençãos nupciais na forma dos ritual romano, observand
o em tudo o rito e disposiçoens canonicas, cujo assento assignado pelo dito padre e pelas testemunhas Eugenio Freire de Andrade e Remigio Alves de Sousa, aqui fiz transcrever e assigno. Joaquim de Mello Franco."

Filhos:

1.1.1 Margarida Monteiro dos Santos, 30 anos, casada com Antônio Rodrigues de Oliveira. Moradores na fazenda São Caetano. Ela falecida em 06/1896.
Inventário: 1ª Vara cx. I.18.

Filhos:

1.1.1.1 Manoel Alves Rodrigues de Sousa, 33 anos, morador no Buriti Grande;

1.1.1.2 Justiniano Alves Rodrigues de Sousa, 31 anos, morador no Buriti Grande;

1.1.1.3 Maria Alves Rodrigues de Sousa, 28 anos; casada com Melquiades Gomes da Cruz; moradores no Buriti Grande;

1.1.1.4 Justina Alves Rodrigues de Sousa, 26 anos; casada com Miguel Gonçalves Lima; moradores na Contagem;

1.1.2 Maria Monteiro dos Santos, 24 anos;

1.1.3 Ana Monteiro dos Santos 22 anos; casada com Gonçalo de Oliveira Barreiros;

1.1.4 Atanásio Monteiro dos Santos, 21 anos;

1.1.5 Maria Patrocínia Monteiro dos Santos, 19 anos;

1.1.6 João Monteiro dos Santos, 17 anos; falecido em 09/1863; casado com Francisca Quirina dos Santos.
Inventário: 2ª Vara cx. 1875.

Filhos:

1.1.6.1 Josefa Monteiro dos Santos, 23 anos, casada com Antônio Peixoto dos Santos; moradora no retiro de Manoel Monteiro;

1.1.6.2 Antônio Monteiro dos Santos, 21 anos, morador na fazenda Buriti Grande;

1.1.6.3 Joaquim Monteiro dos Santos, 16 anos; falecido em 25/06/1889; casado com Galdina Martins Alves.
Inventário: 2ª Vara cx. 1889/1890.

Filhos:

1.1.6.3.1 Alexandrina Monteiro dos Santos, casada com Manoel Gomes da Cruz,
falecido em 13/06/1904. Moradores na fazenda Buraco.
Inventário: 1ª Vara cx. I.20.

Filha:

1.1.6.3.1.1 Maria Gomes da Cruz, casad
a com Manoel Luiz Xavier;

1.1.6.3.2 Josefa Monteiro dos Santos, 5 anos;

1.1.6.3.3 Joaquim Monteiro dos Santos, 5
meses;

1.1.7
Gregório Monteiro dos Santos, 15 anos;

1.1.8 Joaquina Monteiro dos Santos, 12 anos;

1.1.9 Josefa Monteiro dos Santos, 6 anos.

1.2
José Monteiro dos Santos, falecido em 29/06/1838; casado com Maria Cardoso do Rego, falecida em 01/03/1839. Moradores nas Fazendas Escuro e Buriti Grande.
Inventário: 2ª Vara cx. 1843.
Casamento: " Aos dezesseis de fevereiro de mil oitocentos e trinta e seis, nesta
freguesia de Santo Antonio da Manga de Paracatu, proclamados os
banhos, e sem empedimento, de licença parochial , recebeo em
matrimonio por palavras de presente, o reverendo Ricardo Jose da
Rocha,
a Jose Monteiro dos Santos, filho legitimo de Pedro Monteiro dos
S
antos e sua mulher Antonia Dias de Oliveira, com Maria da Conceição
Cardoso, filha
legitima de Domingos Cardoso do Rego, e Antonia Maria
de Santa Rosa, já falecida, ambos naturais desta fre
guesia, lhes deo
as bençãos nupciais na forma do ritual romano, observando as
cerimonias da igreja, e forão presentes as testemunhas
Ezequiel
Cardoso do Rego, Pedro Monteiro dos Santos e
outros e para constar
mandei fazer este assento que assignei. Joaquim de Mello Franco."
Filho:

1.2.1 José Monteiro dos Santos.

TRONCO 6

1 Inês Monteiro dos Santos, falecida por volta de 1826; casada com Manoel Fernandes.
Inventário: 2ª Vara cx. 1826/1827.

Filhos:

1.1 Maria Fernandes, nascida em 1814;

1.2 Candida, nascida em 1820;

1.3 Manoel, nascido em 1821;

TRONCO 7

1 Romana Monteiro dos Santos, casada com Nicolau Pereira da Silva.
Divisão da
fazenda São Caetano: cx. D.26 e fazenda Escuro cx. D.42.

Filho descoberto:

1.1
Antônio Monteiro dos Santos, falecido em 12/12/1928; casado com Josefina Monteiro Duarte Dias. Moradores na Fazenda Escuro.
Inventário: 1ª Vara cx. I.42

Filhos:

1.1.1 Fernando Monteiro dos Santos,
casado; residente na fazenda Nolasco;


1.1.2 João José Monteiro dos Santos;
                                               
1.1.3
Inocêncio Monteiro dos Santos, casado, residente na fazenda Capão dos Órfãos;

1.1.4 Benedita Monteiro dos Santos, casada, residente na fazenda
Escuro;

1.1.5 Joana Monteiro dos Santos,
viúva; casada que foi com Sebastião Pereira Tavares, residente na fazenda Escuro;

1.1.6 T
homaz Monteiro dos Santos, casado, residente na fazenda São Caetano;

1.1.7 Vicente Monteiro dos Santos, residente na fazenda Escuro;

1.1.8
Luíza Monteiro dos Santos, casada com Manoel Pinto Rabelo,
residente
s na fazenda Escuro;

1.1.9 Maria Monteiro dos Santos, casad
a com Manoel Porfírio de Araújo, residentes na fazenda Escuro;

1.1.10
Nestória Monteiro dos Santos, casada com Antônio Joaquim de Oliveira, residentes na fazenda Capão dos Órfãos;

1.1.11 Josefa Monteiro dos Santos, casad
a com Jorge José de Oliveira; residentes na fazenda Escuro;

1.1.12 Anita Monteiro dos Santos, 11 anos;

TRONCO 8

1 Ana Monteiro dos Santos, filha de Manoel Monteiro dos Santos e de Maria da Fonseca e Melo, falecida em 20/07/1904; casada em 24/01/1855 com Matheus Pinto Rabelo, filho de José Pinto Rabelo e de Ana Monteiro dos Santos, falecido em 20/09/1905. Residentes em Santo Antônio do Rio Verde, município de Catalão, Goiás. Por ocasião do casamento, o noivo tinha 20 anos e a noiva 18 anos de idade.
Inventário: 1ª Vara cx. I.54.

Filha:

1.1 Patrocínia Pinto Rabelo, viúva de Antônio Monteiro dos Santos; falecida em 09/1942.

Filhos:

1.1.1 Manoel Monteiro dos Santos, solteiro, 50 anos;

1.1.2 Joana Monteiro dos Santos, casada com Manoel Peixoto, falecido.

Filhos:

1.1.2.1 Nazar Monteiro dos Santos Peixoto, casado, 30 anos, residente na fazenda Lamarão;

1.1.2.2 Cândido Monteiro Peixoto, solteiro, 27 anos, residente na fazenda Escuro;

1.1.2.3 Zico Monteiro Peixoto, solteiro, 26 anos;

1.1.2.4 Primo Monteiro Peixoto, solteiro, 28 anos, residente na fazenda Escuro;

1.1.2.5 Maria Monteiro Peixoto, 20 anos, mentecapta, residente na fazenda Escuro;

1.1.3 Olegária Monteiro dos Santos.

Filhos:

1.1.3.1 Daniel Dias, 28 anos, casado, residente na fazenda Escuro;

1.1.3.2 José Dias, 25 anos casado, residente na fazenda Escuro;

1.1.3.3 Júlia Dias, 21 anos, solteira;

1.1.3.4 Raul Dias, 18 anos, solteiro;

1.1.3.5 Badeco Monteiro dos Santos, 12 anos;

1.1.3.6 Pio Monteiro dos Santos, 14 anos;

1.2 José Pinto Rabelo, casado com Balbina Monteiro dos Santos;

1.3 Delfina Pinto Rabelo, casada com Joaquim Monteiro dos Santos, falecido.

Filhos:

1.3.1 Benedito Monteiro dos Santos, 45 anos, casado;

1.3.2 José Monteiro dos Santos, 30 anos, solteiro;

1.3.3 Joana Monteiro dos Santos, 30 anos, solteira;

1.3.4 Ana Monteiro dos Santos, 27 anos, viúva;

1.3.5 Antônio Monteiro dos Santos, solteiro; residente em Cristalina, Goiás, termo de Santa Luzia;

1.3.6 Francisca Monteiro dos Santos, 25 anos, solteira;

1.4 Antônio Pinto Rabelo, 50 anos, residente na fazenda Escuro;

1.5 Sancho Pinto Rabelo, 60 anos, casado, residente em Santo Antônio do Rio Verde, Goiás;

1.6 Benedito Pinto Rabelo, casado, residente em Santo Antonio do Rio Verde, Goiás;

1.7 Manoel Pinto Rabelo, casado com Vitorina Teixeira da Costa;

1.8 Domingos Pinto Rabelo, casado com Luíza de França Pinheiro. Residentes na fazenda Escuro.

Filho:

1.8.1 Argemiro Pinto Rabelo; residente na fazenda Escuro.

TRONCO 9

1 Luíza Monteiro dos Santos, nascida em 1838 e falecida em 16/02/1898; casada em 22/08/1854 com Cândido Pinto Rabelo, nascido em 1836, filho natural de Maria Pinto Rabelo.
Inventário: 1ª Vara cx. I.15.

Filhos:

1.1 Catarina Pinto Rabelo, viúva, 35 anos;

1.2 Marinha Pinto Rabelo, solteira, 34 anos;

1.3 Isidora Pinto Rabelo, 31 anos;

1.4 João Pinto Rabelo, 31 anos;

1.5 Saturnino Pinto Rabelo, 28 anos;

1.6 Domingos Pinto Rabelo, 23 anos;

1.7 Tereza Pinto Rabelo, 21 anos, casada com João Pires de Oliveira;

1.8 Valentina Pinto Rabelo, 20 anos; casada com Lúcio José Machado;

1.9 Manoel Pinto Rabelo, falecido,

Filhos:

1.9.1 Vicente Pinto, 22 anos;

1.9.2 Josefa Pinto, 10 anos.

TRONCO 10

1 Lourenço Pires de Almeida Lara, casado com Josefa Monteiro dos Santos.
Inventário: 2ª Vara cx. 1873.

Filhos:

1.1 Maria Pires de Almeida Lara, casada com Domingos da Silva Pereira;

1.2 Gertrudes Pires de Almeida Lara, casada com Marçal Roque Guimarães;

1.3 Balbina Pires de Almeida Lara, casada com Luiz Roque Guimarães;

1.4 Franklina Pires de Almeida Lara, 15 anos;

1.5 José Pires de Almeida Lara, 12 anos; casado em 1880 com Januária Pereira da Silva, filha de Boaventura Pereira da Silva e de Maria de Moura Brochado;

1.6 Luíza Pires de Almeida Lara, casada com Joaquim Rodrigues Barbosa.

Filhos:

1.6.1 Lucinda Rodrigues Barbosa, casada em Formosa, estado de Goiás, com José Pereira dos Reis, filho de Teodora Alves Pereira;

1.6.2 Antonina Rodrigues, 6 anos; foi casada com Antônio Jacintho Teixeira;

1.6.3 Francisco Rodrigues, 9 anos;

1.6.4 Hermenegildo Rodrigues, 3 anos.

Fontes:

1 Inventários (vide texto), Arquivo Público Municipal de Paracatu;
2 Livros paroquiais da matriz de Santo Antônio de Paracatu;

Postagens mais visitadas

OS SANTANA DE PARACATU - MG

Texto José Aluísio Botelho
Pesquisas Eduardo Rocha 
Colaboração Mauro César da Silva Neiva


Família iniciada em Paracatu com o casamento do tenente Joaquim José de Santana e Dona Maria Peixoto. Não descobrimos a data em que se deu o enlace, bem como não sabemos a naturalidade e ascendência do casal. Filho descoberto:
1 – Capitão João José de Santana, nascido por volta de 1814, pouco mais ou menos, criado e educado com esmero pela tia paterna Dona Florência Maria de Santana, tornou-se um rico capitalista, comerciante na Rua do Calvário e fazendeiro; foi vereador do município; falecido em abril de 1895. Esparramado genearca, casou três vezes, deixando 14 filhos dos três leitos.
Com Luiza de Jesus de Afonseca Costa, nascida em 21/06/1816, filha de Antonio Joaquim da Costa, falecido em Araxá aos 31/12/1839, e de Caetana de Afonseca e Silva, 

  teve os filhos:

1.1 - Maria Luisa de Santana, falecida em 16/06/1920. Foi casada com Antonio Eugênio de Araújo, nascido em 01/10/1830 e falecido em 24/04/…

CONEXÃO PARACATU/ARAXÁ: ENTRELAÇAMENTO DAS FAMÍLIAS BOTELHO – JOSÉ DA SILVA – AFONSO DE ALMEIDA - MACHADO DE MORAES E CASTRO - PACHECO DE CARVALHO

Por José Aluísio Botelho A LONGA JORNADA O Tenente Gregório José da Silva e Dona Tereza Tomásia de Jesus Botelho, se encontraram em 1768 na região denominada Campo das Vertentes, MG, ele nascido na região, ela vinda de muito longe em uma longa jornada, desde a ilha Graciosa no Arquipélago dos Açores, concessão portuguesa no oceano Atlântico, passando pelo Rio Grande do Sul, e que se prolongaria até Araxá, no sertão da Farinha Podre. Depois de casados, o casal se fixou primeiramente em São José Del-Rei, aonde nasceram os dois primeiros filhos, de um total de doze. Militar de carreira, recebeu a patente de tenente em 1775, e foi caminhando com família em direção ao oeste promissor, a medida que o ciclo do ouro no Campo das Vertentes ia se esgotando. De São José, estabeleceu na chamada picada de Nossa Senhora de Oliveira, com fazenda de criar gado vacum, e na medida do avançar dos anos, iam nascendo os filhos. Pois bem, todos criados e já na idade adulta, o mais velho ordenado padre, os d…

DONA BEJA E O TESTAMENTO DO PADRE

O vigário Francisco José da Silva foi um padre típico do sertão mineiro: fazendeiro abastado, político influente, e mulherengo, como quase todos os padres de seu tempo. Teve participação decisiva na evolução político-administrativo e social da Araxá na época em que lá viveu, entre 1815 e 1845, ano de seu falecimento. Participou, mesmo que discretamente, da Revolução Liberal em Araxá, apoiando seus sobrinhos liberais, liderados pelo coronel Fortunato José da Silva Botelho, no embate político que se travava em Minas nos anos de 1842. Legitimou em cartório em 1831, três filhos, a saber: Pedro Amado de São Paulo, Placidina Maria de Jesus, e Teresa Thomásia de Jesus. Antes, em Dezembro de 1826, ele dita seu testamento escrito pelo advogado paracatuense João de Pina e Vasconcelos, onde declara não ter herdeiros descendentes (sic) e/ou ascendentes por serem falecidos seus pais, e que nomeava como seus herdeiros Antonio Machado de Morais, Pedro Amado de São Paulo, e Teresa Thomásia de Jesus, …

GUARDA-MOR JOSÉ RODRIGUES FRÓES

OS MELLO FRANCO

Família de origem portuguesa, cujo fundador no Brasil, João de Melo Franco, se fixou em Paracatu por volta de 1755. Era natural da freguesia de Nossa Senhora da Purificação, lugar de Bucelas, patriarcado de Lisboa, filho legítimo de José da Costa Franco e de sua mulher Paula Maria de Oliveira. Nasceu a 7 de outubro de 1721, e faleceu em Paracatu em 1796. Casou aí, com sua parenta Ana de Oliveira Caldeira, natural de Cotia, São Paulo, onde nasceu a 5 de abril de 1739, filha legítima de Antonio de Oliveira Caldeira, nascido a 24 de setembro de 1708 em Santos e de Josefa Nunes da Costa, nascida a 26 de fevereiro de 1722 em Cotia.Tiveram os seguintes filhos:

1 – Francisco de Melo Franco, nascido a 17 de Setembro de 1757 em Paracatu, Minas Gerais. Formou em medicina na Universidade de Coimbra em 1786 e tornou-se um dos mais importantes médicos na corte portuguesa em sua época: o Alvará de 09 de junho de 1793, de D. Maria I, nomeou-o médico honorário da Real Câmara e o Alvará de 03 de agosto…

ARRAIAL DE SÃO LUIZ E SANTANA DAS MINAS DO PARACATU - SÉRIE TRONCOS PIONEIROS 14